Magnesio x Estresse

magnésioVocê já ouvir falar ou leu algo sobre a importância do magnésio?

A deficiência neste nutriente essencial aumenta em duas vezes suas chances de morrer, de acordo com um estudo publicado no The Journal of Intensive Care Medicine (i).

Ele também é responsável por uma longa lista de sintomas e doenças – que são frequentemente curadas adicionando este nutriente.

Na verdade, na minha prática, este nutriente é uma das minhas armas secretas para otimização do metabolismo. No entanto, mais da metade dos brasileiros são deficientes nesse nutriente e não sabem disso.

No Brasil, diferentemente de muitos países, não há rochas vulcânicas, que são ricas em magnésio. Por não termos vulcões em nosso território, nos falta magnésio no solo e nas águas. Sabia disso?

Além disso, ainda existe um outro agravante: comemos uma dieta que tem praticamente ZERO níveis de magnésio. Uma dieta rica em processados, que tem como base farinha de trigo, carne e laticínios – que não tem magnésio nenhum em sua composição.

Quando foi a última vez que teve sua refeição recheada de algas marinhas, nozes ou folhas?

Grande parte de nossos hábitos da vida moderna contribui para que perdermos o pouco de magnésio que ingerimos de nossa dieta.

Níveis de magnésio caem com o consumo de álcool, café, sal refinado, ácido fosfórico de refrigerantes (cola), suor excessivo, estresse prolongado, diarréia crônica, menstruação excessiva, uso de antibióticos, diuréticos e alguns parasitas intestinais.

café

Num estudo realizado em Kosovo, pessoas submetidas ao estresse excessivo da guerra, perderam grandes quantidades de magnésio na urina.

É por isso que a lista de condições que são encontradas relacionadas com a deficiência de magnésio é tão longa. Na verdade, existem mais de 3.500 referências médicas sobre a deficiência de magnésio!

Mesmo assim, este mineral é ignorado por todos porque não é um remédio. Mesmo que ele seja mais poderoso do que medicamentos em muitos casos, não levam em conta a importância do magnésio. É por isso que é usado em hospitais para situações de risco de vida, como convulsões e insuficiência cardíaca.
Você pode ter deficiência de magnésio se tiver qualquer uma destas condições:

  • cãibras musculares ou espasmos
  • Insônia
  • Irritabilidade
  • Sensibilidade a ruídos altos
  • Ansiedade
  • Autismo
  • taquicardia
  • Constipação
  • Dores de cabeça
  • enxaqueca
  • fibromialgia
  • Fadiga crônica
  • Asma
  • Pedras nos rins
  • Diabetes
  • Obesidade
  • osteoporose
  • Pressão alta
  • Cólicas menstruais
  • bexiga irritável
  • síndrome do intestino irritável
  • Refluxo
  • dificuldade para engolir

 

O magnésio é um antídoto para o stress, o mais poderoso mineral para  relaxamento e pode ajudar a melhorar o seu sono.

dormir bem

Não entendo por que muitos profissionais da saúde não fazem ideia dos benefícios do magnésio, mesmo usando-o quase diariamente em clínicas e hospitais.

Quase nunca paramos pra pensar da importância do magnésio para nossa saúde, e como ele ajuda nosso corpo a funcionar melhor.

Quando era interno, ou mesmo quando dava plantões, lembro que o magnésio era uma medicação “coringa” usado no carrinho de parada cardio respiratória.

Se alguém estivesse morrendo por uma arritmia cardíaca (ritmo irregular), usávamos magnésio endovenoso.

Se alguém estava constipado, ou deveria se preparar para uma colonoscopia, usavam leite de magnésio para soltar o intestino.

Se uma grávida estava com hipertensão arterial e parto prematuro (pré-eclâmpsia), ou até convulsão (eclampsia), se usa magnésio para reverter a situação.

Mas você não precisar estar hospitalizado para descobrir a importância do magnésio e se beneficiar do uso. Você pode começar a tomar magnésio hoje e já observar os resultados.

Veja também nosso artigo: 6 Dicas Infalíveis Para Você Dormir Melhor

O Mineral do Relaxamento

Pense em magnésio como o mineral do relaxamento. Tudo que está tensionado, irritado e rígido pode ser um sinal de deficiência de magnésio.

Este mineral essencial é realmente responsável por mais de 300 reações enzimáticas e é encontrado em todos os seus tecidos – mas, principalmente, em seus ossos, músculos e cérebro.

cerebro

Você precisa dele para suas células produzirem energia, para muitas bombas de parede celulares trabalharem, para estabilizar membranas e para relaxar sua musculatura. Por isso é denominado o rei dos minerais.

Em nossa sociedade, deficiência de magnésio é um grande problema. Por estimativas conservadoras de dosagem sanguínea, 65% das pessoas admitidas em UTIs e cerca de 15% da população geral, tem deficiência de magnésio.

Mesmo assim, estes números subestimam o real problema.  porque um nível de magnésio no sangue é a maneira menos sensível para detectar uma queda no seu nível total de magnésio corporal. Assim, as taxas de deficiência de magnésio podem ser ainda maiores!

Tudo isto é ainda mais complicada pelo fato de o magnésio é muitas vezes pobremente absorvidos e facilmente perdido . Para absorver adequadamente magnésio precisamos ingerir grandes quantidades pela dieta, além de termos em níveis suficientes vitamina B6, vitamina D e selênio para nos ajudar a absorvê-lo.

Uma revisão científica recente de magnésio concluiu: “É extremamente lamentável que a deficiência de magnésio, que é um mineral barato  resulta em doenças que causam sofrimento incalculável e despesas em todo o mundo.” (Ii).

Mesmo sendo difícil de medi-lo e estudá-lo, a deficiência de magnésio é responsável por um sofrimento incalculável – e simples de corrigir. Se você sofre de alguns dos sintomas ou doenças que mencionei, saiba como corrigir este problema:

 

Pare de Perder Magnésio

– limite álcool, refrigerante (cola), açúcar, sal e café.

– aprenda técnicas de relaxamento ativo – yoga, meditação

meditação

– veja com seu médico se alguns dos remédios que usa estão causando perda de magnésio (muitas drogas para pressão arterial ou diuréticos podem acarretar este problema)

 

Coma Alimentos Ricos em Magnésio

– germe de trigo, amêndoas, nozes, castanha do pará, castanha do caju, arroz integral, figo, tâmaras, abacate, feijão, couve, camarão e alho.

 

Suplemente Magnésio

– o mínimo recomendado por dia é 300mg. Geralmente ingerimos menos de 200mg. Muitos precisam de até mais, dependendo do caso.

– a maioria se beneficia de 300 a 600 mg por dia

– magnésio quelado são melhores absorvidos (magnésio glicina, dimalato etc).

– evite óxido/ sulfato / carbonato/ gluconato de magnésio, pois são pobremente absorvidos

– efeitos adversos de muito magnésio incluem diarréia, que pode ser rapidamente evitado se você passar a usar magnésio glicina.

Só tome magnésio sob a supervisão de um profissional capacitado.

 

E então, gostou do artigo? Se gostou compartilhe com seus amigos e familiares!

Tenho certeza que ele pode ajudar a eliminar um grande problema na vida das pessoas!

Não deixe de comentar aqui abaixo também!

O site Homem Super Saudável quer lhe ajudar a mudar sua vida pra melhor!

Você gostaria de otimizar sua saúde e se tornar um Homem Super Saudável em poucas semanas sem precisar de medicamentos duvidosos? Sim, então clique aqui e assista este vídeo com muito atenção …

Dr. Vitor Azzini

  • Tong, GM and RK Rude. 2005. Magnesium deficiency in critical illness. J Intensive Care Med 20 (1):3-17. Review

E aí, gostou do artigo? Deixe aqui seu comentário!

4 Comentários

  1. Roberto Sales D'Arcadia

    Você não menciona Cloreto de Mg PA
    É indicado toma-lo dissolvido com água ?
    Se for qual a dosagem?

    1. admin

      33g pra 1L de água

  2. Umarley Ricardo

    Ainda sobre Cloreto de Mg PA, esse é facilmente absorvido ao contrário do óxido/ sulfato / carbonato/ gluconato de magnésio ? E colocando 33g em um litro de água, pode ser armazenado na geladeira por quanto tempo?

    1. admin

      Olá,
      Prefiro diluir as 33g em 1,5 litro de água. pode ficar armazenado em garrafa de vidro por até uma semana
      att

Comentários encerrados.